Disciplina PositivaSER PAIS

As crianças aprendem pelo exemplo

as criancas aprendem pelo exemplo

Estudos apontam que somos virtualmente influenciados pelas 5 pessoas mais próximas. Quem são essas pessoas na sua vida? O que elas te ensinam? O que você REALMENTE absorve delas?

Somos a primeira geração exposta aos benefícios e problemas da era digital. Temos acesso a um mundo virtual que nos permite “viajar sem sair de casa”, “conhecer alguém sem nunca encontrar essa pessoa”, estudar, comprar e tantas outras oportunidades.

Os prós dessa facilidade são muitos, mas os problemas também. Então, pergunte-se quanto as tecnologias realmente influenciam sua vida. Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? A prioridade que seus filhos dão à tecnologia diz muito sobre como você lida com ela na sua vida, afinal, você é o exemplo. Eles apenas se adaptam ao que veem acontecendo ao redor.

Ou seja, se você gosta de ler nas horas vagas, seus filhos vão assimilar isso como uma atividade pra se fazer. Agora, se você, em qualquer oportunidade, está com o celular nas mãos ou a TV ligada, como espera que a criança não queira fazer o mesmo?

Deixar o celular na bolsa pra aproveitar o final de semana, desligar a TV pra aproveitar o almoço em família, tirar uma foto pro porta-retrato e não pra postar no Instagram, deixar de acompanhar a vida de um desconhecido que, de tanto você assistir, te traz a sensação de “já ser de casa” são hábitos que você criou e que já faz sem pensar. Ou você ainda consegue prestar atenção?

Não adianta querer organizar a vida e não eliminar o que te sabota. Então, te convido a fazer uma “limpeza virtual”. “Mas, Camila, eu uso as redes sociais pra relaxar”. Tudo bem, desde que você esteja no controle disso, do tempo que você tem disponível e que o conteúdo que você consome esteja realmente te fazendo bem.

Então é muito simples: se você está fora de controle, saia das redes sociais por um tempo, “vá viver” e depois você volta.
Tem controle, mas está perdida(o) com tanta informação? Delete o que não te agrega, o que não te traz alegria ou que, no fundo, te incomoda.

Mas faça acontecer, comprometa-se a fazer diferente e vá ser feliz com todo o tempo livre que vai te sobrar. Você sai ganhando e sua família também!

* Texto de Camila Menon, especialista em Primeira Infância (@educarepreciso)

Disciplina Positiva

Através da Disciplina Positiva aprendemos a centrar-nos em potenciar habilidades em nossos filhos para que possam ser capazes de solucionar problemas por eles mesmos. Também reconhecemos que castigos físicos e psicológicos não são recursos que favoreçam a criar crianças com autonomia, responsáveis e independentes. Saiba mais:

Posts relacionados

Jamais diga "não te amo mais" a seu filho

Vai ter um bebê? Veja nossas dicas

A verdadeira origem das crianças inseguras e desobedientes

O que significa colocar limites para a Disciplina Positiva?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *