Educação EmocionalSER PAIS

As emoções não se educam, se acompanham

as emocoes nao se educam se acompanham

É frequente ouvir falar da “educação emocional” na infância. Mas, realmente, é possível educar as emoções? Uma emoção é uma resposta adaptativa do nosso organismo ao entorno que nos rodeia e aparece de modo repentino, brusco. Como adultos, depois de uma vida de experiências e vivências, somos capazes de não nos deixarmos levar por certas emoções, ao menos, a maior parte do tempo… mas também é muito frequente presenciar explosões de ira, de raiva, e vivemos em um mal-estar quase permanente.

Educar as emoções é sinônimo de escondê-las debaixo do tapete, olha-las apenas de relance e tentar domestica-las. É então quando deixam de ter um valor verdadeiro e, com o tempo, acabam estancando-se e gerando tensão, uma sensação permanente de insatisfação e incomodidade. Apenas podemos assumir e fazer-nos cargo daquilo que vivemos com toda sua verdade. Portanto, se desejamos criar adultos em equilíbrio, que se sintam plenos, deixemos às crianças de hoje atravessar essas emoções que as acurralam.

Evitemos julga-las, distraí-las, minimizá-las, ridicularizá-las… Uma criança com raiva, uma criança triste, pedem, em essência, para serem aceitados, acolhidos, sem mais. Isso porque ela não apenas expressa uma emoção, como também que É essa emoção e, ao tentar que deixem de se sentir desse modo, em definitivo, recebem a mensagem de que eles mesmos não são adequados.

Qual é a grande dificuldade? Que nós mesmos, a maior parte do tempo, estamos escondendo nossa verdadeira emoção para nos adaptarmos a um entorno exigente, vertiginoso, que aparenta uma felicidade constante, mas tão instável que parece que não pode se permitir a expressão real de nossas emoções. Que é o que temos?

Tenhamos a valentia de olhar nos olhos de nosso medo, essa profunda tristeza, essa raiva… Também nós precisamos ser acolhidos e aceitos, tal como nos sentimos para, no fundo, deixarmos de nos sentir inadequados e incompletos.

* Texto de Nuria Comonte (@La Semilla Violeta)

Educação Emocional

Na seção Educação Emocional aprendemos como ajudar nossos filhos a reconhecer e identificar as emoções corretamente. A partir do desenvolvimento da inteligência emocional, a criança está preparada para vivenciar situações várias de uma maneira equilibrada. Descubra mais:

Posts relacionados

Crianças difíceis ou pais estressados?

25 formas de acalmar uma criança

Criatividade é a emoção feita realidade

O excesso de controle cria crianças submissas e rebeldes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *