Fichas das emoções para imprimir

0 1.607

Expressar as emoções é algo fundamental na vida dos seres humanos. Entretanto, tendemos a crescer e a viver reprimindo-as e não tirando para fora aquilo que, realmente, desejamos, o que queremos, o que nos dá medo, o que nos faz sentir vergonha, etc. Nesta publicação, você encontra fichas das emoções para imprimir e trabalhar com as crianças em casa ou na escola.

Vivemos muitas emoções distintas cada dia. Reprimi-las nos leva a não aprender a socializar com o nosso entorno e com nossos semelhantes de forma plena. Isso porque, ao reprimir nossa forma de sentir ou nossas inquietações, nunca poderemos mostrar-nos ao mundo tal e como somos.

Para ser fieis e autênticos a si mesmos, é bom que, desde bem pequenos, nossos filhos tenham constância da importância de aprender a expressar-se, manejar e controlar as emoções devidamente. Trabalhar com todos esses aspectos na infância, certamente, liberará nossas crianças de muitos temores e inquietações no futuro, facilitando-lhes a vida.

A criança deve aprender que chorar não é algo ruim, que ser felizes é, incrivelmente, bom, mas que, nem sempre é possível; que ser amigáveis nos transforma em pessoas muito interessantes e positivas; que ter vergonha é normal, mas que esta nunca deve dominar-nos ou controlar nossas vidas ou decisões…

Podemos facilitar que nossos filhos se familiarizem com todos esses aspectos e, sobretudo, favorecer que possam identificar aquilo que sentem, de forma simples e objetiva. Para isso, as fichas das emoções podem ser úteis em casa, para que a criança aprenda a identificar o que sente em cada uma das situações.

Fichas das emoções para imprimir

As fichas das emoções podem ser impressas e utilizadas de forma simples. Por exemplo, você pode colar na parede do quarto de seu filho e, no final do dia, recordando alguns eventos ocorridos, perguntar como se sentiu. Ver as expressões desenhadas nas fichas das emoções o ajudará a compreender o que sente e como reage a cada uma das situações vivenciadas em casa ou em outro ambiente.

É importante que você também fale de suas emoções, mostrando-lhe como se sente e reage às distintas situações. Por exemplo, se algum comportamento do seu filho não o agradou, explique o que sentiu naquele momento: “Hoje, quando você jogou o brinquedo no chão, mamãe ficou chateada. Fiquei triste pois já lhe havia explicado que devemos ter cuidado com os brinquedos para que não estraguem e durem mais. O que acha que podemos fazer para que isso não volte a acontecer?” Mostrar nossas emoções e sentimentos é uma das formas mais autênticas de que nossos filhos aprendam através de nosso exemplo!

Abra a imagem que deseja, arraste para seu desktop e imprima.

* Material de @OrientaciónAndujar

Veja mais atividades sobre as emoções em nosso blog:

Inteligência Emocional

Na seção Inteligência Emocional aprendemos como ajudar nossos filhos a reconhecer e identificar as emoções corretamente. A partir do autocontrole emocional, a criança está preparada para vivenciar situações várias de uma maneira equilibrada. Descubra mais:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.