Os 10 ladrões de energia, segundo Dalai Lama

0

É comum que, ao final de uma longa jornada, nos sintamos cansados. O corpo fica débil e sem energia. O único que queremos é descansar. Mas, no dia seguinte, a rotina é a mesma. Muitas vezes, o que nos ocorre não é somente o cansaço físico. Há uma série de situações e tipos de pessoas que nos consomem toda a energia.

Dalai Lama nos convida a evitar os 10 ladrões que roubam nossa energia.

1- Deixe ir as pessoas que só se aproximam para compartilhar reclamações, problemas, histórias desastrosas, medo e julgamento dos outros. Se alguém está procurando um lugar para jogar lixo, tente não seja a mente.

2- Pague suas contas em dia. Ao mesmo tempo cobre de quem lhe deve ou deixe-o ir, se é impossível cobrar.

3- Cumpra suas promessas. Se você ainda não as cumpriu, pergunte-se por que você tem resistência. Sempre tem o direito de mudar de opinião, se desculpar, se compensar, renegociar e oferecer outra alternativa para uma promessa não cumprida; embora isso não deva ser um hábito. A maneira mais fácil de evitar não cumprir uma promessa com algo que você não quer fazer é dizer NÃO desde o princípio.

4- Elimine sempre que possível ou delegue aquelas tarefas que prefere não fazer e dedique seu tempo a fazer o que você gosta.

5- Permita-se descansar, se você está em um momento em que necessita disso e permita-se agir, se está em um momento de oportunidade.

6- Jogue fora, retire e organize. Nada tirará mais energia de você do que um lugar confuso e cheio de coisas do passado que já não são úteis.

7- Dê atenção à sua saúde. Se a máquina do seu corpo trabalha no máximo, não pode fazer muito. Faça algumas pausas.

8- Enfrente as situações tóxicas que está passando, desde o resgate de um amigo ou membro da família, até tolerar as ações negativas de um casal ou de um grupo; tome as medidas necessárias.

9- Aceite. Não é resignação, mas nada faz você perder mais energia do que resistir e lutar contra uma situação que não pode mudar.

10- Perdoe, deixe ir uma situação que está causando-lhe dor, sempre pode escolher deixar a dor na lembrança.

Dalai Lama

Comentários

Loading...