Pote da felicidade para desenvolver o pensamento positivo nas crianças

0 36.994

O cérebro humano costuma se centrar mais nas coisas negativas que nas positivas. De tudo que nos passa no dia, fixamos a mente nas coisas ruins. Damos voltas e mais voltas aos problemas e suas consequências. Por isso essas se fixam mais facilmente na memória. Deixamos de lado as vivências positivas, como se fossem corriqueiras e de menor importância.

Para que tenhamos uma ideia, nosso cérebro está programado para evitar tudo aquilo que possa nos fazer dano. Essa é uma das razões pela qual a tristeza é a emoção que mais dura, até 240 vezes mais que o resto. Tomamos muito tempo pensando e repensando as coisas ruins que nos passam. Na tentativa de evitar sofrer, sofremos mais.

Podemos educar em positivo nosso cérebro para viver melhor. Podemos ser mais agradecidos e satisfeitos no nosso dia a dia. Isso nos permitirá enfrentar os problemas desde uma atitude mais pró-ativa. Vale reforçar que isso não significa deixar de viver a tristeza, mas saber reconhecê-la e buscar uma solução ao problema desde uma perspectiva mais positiva.

Tenhamos em conta que o cérebro guarda na memória como reagimos diante das diferentes situações, de maneira que criamos caminhos neuronais que se tornam hábitos. Isso significa que, se desde pequenas as crianças aprendem a se centrar no negativo, a assumir uma atitude derrotista e a pensar nos problemas como obstáculos, pouco a pouco essa maneira de pensar se torna um hábito.

Não há dúvida de que um dos maiores presentes que podemos dar a nossos filhos é educar em positivo. É importante mostrar-lhes que, embora os momentos difíceis façam parte da vida humana, uma atitude positiva é um escudo protetor que, além de nos ajudar a evoluir como seres humanos, nos mostra como ser agradecidos pelas pequenas coisas.

Nesse sentido, o pote da felicidade pode ser uma atividade simples e muito eficiente para que toda a família possa se educar em positivo.

pote da felicidade educar em positivo 02

Como utilizar o pote da felicidade para educar em positivo

Elsa Punset criou uma técnica de educação emocional muito simples para ensinar as crianças aprenderem a pensar positivo desde cedo: o pote da felicidade. O mais importante é que se trata de uma atividade para realizar em família.

Apenas é necessário um pote grande e transparente onde, todas as noites, cada membro da família deve colocar uma nota indicando algo positivo que tenha passado ao longo do dia. Uma sugestão é que cada membro tenha uma cor diferente de papel, isso deixará o pote bonito quando estiver cheio.

O que escrever no papel? Absolutamente qualquer coisa, desde um sorriso que lhe transmitiu alegria até um abraço reconfortante, a alegria de receber um presente ou de comer o prato preferido, o tempo que brincou com o amigo ou um filme a que assistiu… O importante é que seja algo positivo que lhe tenha transmitido sensações bonitas no momento vivido. Em outras palavras, escrever esses pequenos momentos que, habitualmente, deixamos passar, posto que, cada noite, é normal que o nosso cérebro recorde o que de ruim nos passou, as decepções do dia, uma discussão desagradável com alguém…

A técnica deve ser utilizada ao menos durante uns seis meses para que a criança reconheça a importância de ser agradecida pelos belos momentos vividos em seu dia. Quando passe esse tempo, a família pode abrir o pote e ler, aleatoriamente, algumas das coisas que foram escritas. Provavelmente vocês se lembrarão do que ocorreu naquele momento e se divertirão com as bonitas lembranças.

pote da felicidade educar em positivo 03

Que se consegue com a técnica do pote da felicidade?

Graças ao pote da felicidade, conseguiremos que a criança

1. Aprenda a refletir sobre as coisas boas que ocorrem ao longo do dia.

2. A prenderá a apreciar os pequenos detalhes que, frequentemente, passam desapercebidos. Lembremos que os pequenos detalhes são os que enriquecem a vida realmente. Cada vez que escreve algo bonito que ocorreu no dia, isso fica gravado em seu cérebro como uma lembrança agradável.

3. Aprenda a diferenciar os problemas pequenos dos realmente importantes.

4. Aprenda a ser agradecido. Isso lhes permitirá viver muito mais satisfeitos.

5. Melhore a comunicação com os membros da família.

6. Desenvolva hábitos positivos que lhe sirvam para enfrentar os problemas, no futuro, desde uma atitude mais pró-ativa.

Nossa experiência

Levamos um mês fazendo a atividade do pote da felicidade. Parece-nos genial. Cada noite buscamos escrever algo que nos fez dar um sorriso durante o dia. Está sendo uma forma de pensar em positivo juntos, uma espécie de reprogramação de nossos cérebros para que possamos educar nossa filha em positivo.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.