AtividadesAtividades de Coordenação MotoraAtividades Natureza e Sociedade

Atividades de coordenação motora grossa para crianças

Atividades de coordenação motora grossa - Subir

Finalmente consigo escrever sobre atividades de coordenação motora grossa na natureza. Há um bom tempo tenho pensado escrever sobre o tema, mas sempre ficava na dúvida sobre que sugestões oferecer a vocês. No geral, quando lemos sobre o tema, deparamo-nos com uma série de dicas de atividades que envolvem movimento, agilidade e equilíbrio. A maioria delas sempre são executadas a partir da presença de algum outro objeto (bola, cones, cordas, elásticos…). Esquecemo-nos, contudo, de que a natureza é o local mais interessante para o desenvolvimento da coordenação motora grossa. Tudo o que a criança precisa está presente: obstáculos naturais, pedras para saltar e arremessar, troncos caídos, árvores para subir, rios e mar para nadar…

Se você oferece à criança a possibilidade de estar em ambiente naturais, já está propiciando à criança realizar várias atividades de coordenação motora grossa ao ar livre. Quer coisa melhor do que isso?

O que é coordenação motora grossa?

Antes mesmo de apresentar nossas propostas, consideramos por bem compreender o que se entende por coordenação motora grossa. O desenvolvimento motor grosso se da quando a criança exerce toda sua capacidade de mover os músculos do corpo de forma coordenada, sendo capaz de manter o equilíbrio, além da força, agilidade e velocidade solicitada por cada tarefa.

A coordenação motora grossa faz referência aos movimentos amplio que engloba vários grupos musculares tais como o controle da cabeça, o girar sobre si mesmo, engatinhar, ficar de pé, caminhar, correr, saltar, etc.

Como trabalhar a coordenação motora grossa com as crianças

A evolução da área motora grossa segue duas leis psicofisiológicas fundamentais: céfalo-caudal (desde a cabeça até os pés) e próximo-distal (desde o eixo central do corpo até as extremidades). Em outras palavras, as bases principais do desenvolvimento motor está na motricidade grossa para, posteriormente, evoluir até o desenvolvimento da coordenação motora fina.

Cada sujeito é único e apresenta um ritmo no seu desenvolvimento motor. Tudo depende de suas características biológicas e ambientais de cada um. Como parâmetros, o desenvolvimento motor compreende diferentes fases:

  • De 0 a 3 anos: Girar a cabeça de um lado a outro, começa a levanta-la e sustentar o corpo apoiado no antebraço.
  • De 3 a 6 meses: Começa a girar seu corpo.
  • De 6 a 9 meses: Senta-se independentemente e começa a engatinhar.
  • De 9 a 12 meses: Começa a engatinhar para se mover e começa a trepar.
  • De 12 a 18 meses: Começa a dar seus primeiros passos e a se agachar.
  • De 18 a 24 meses: Pode baixar escadas com ajuda e a lançar bolas.
  • De 2 a 3 anos: Corre e esquiva obstáculos. Começa a saltar e cair sobre os dois pés.
  • De 3 a 4 anos: É capaz de apoiar o corpo sobre um pé e salta desde objetos estáveis, como degraus de escada.
  • De 4 a 5 anos: Da voltas sobre si mesmo e pode manter o equilíbrio sobre um pé.
  • 5 anos e mais: O equilíbrio entra em sua fase mais importante e se adquire total autonomia motora.

Não há dúvidas de que o desenvolvimento motor grosso na etapa infantil é vital para a exploração, descoberta do entorno, autoestima e confiança em si mesmo. O bom desenvolvimento da coordenação motora grossa é determinante para o bom funcionamento da psicomotricidade fina.

Atividades de coordenação motora grossa na natureza

Em casa, é possível realizar uma série de atividades de coordenação motora grossa, como circuitos, pular no sofá, saltar na cama, correr pelo corredor. Também, na rua, podemos fazer uma série de brincadeiras de coordenação motora grossa, desde aquelas que apenas trabalhem a agilidade e a velocidade, como correr, pular, dançar, como também com uso de algum objeto, como bola, bambolê,

Na natureza, a criança se diverte e vivencia uma série de experiências lúdicas e divertidas ao mesmo tempo em que desenvolve seus músculos, agilidade, velocidade e equilíbrio. O melhor dessas atividades de coordenação motora grossa é promover a conexão da criança com a natureza.

Caminha

coordenação motora grossa - Caminhar

coordenação motora grossa atividades - Caminhar

Trepar

coordenação motora grossa - trepar

Brincadeiras de coordenação motora grossa - Equilíbrio

Correr

coordenação motora grossa - Jogar bola

coordenação motora grossa - Correr

Saltar

coordenação motora grossa - Saltar

Equilíbrio

coordenação motora grossa na natureza

coordenação motora grossa - Equilíbiro nas pedras

coordenação motora grossa - Brincadeiras

Escalar

coordenação motora grossa Escalar

Escavar com pá

Atividades de coordenação motora grossa - escavar

Pular corda de cipó
Atividades coordenação motora grossa - pular corda
Subir em árvore
Atividade motora grossa - subir árvores

Atividades de coordenação motora grossa - Subir

Atividade motora fina e grossa

coordenação motora grossa - Jogar pedras no rio

Atividades de Educação Infantil para crianças

Atividades para Educação Infantil é uma seção da nossa web que traz um monte de atividades interessantes para trabalhar com nossos filhos. Todas elas apresentam objetivos claros para o desenvolvimento emocional, motor e intelectual da criança. Visite:

Posts relacionados

Boneco de pau fácil de fazer

Telaios de vestir Montessori caseiros

Árvore de Natal criativa com elementos naturais

Atividade de Natal para recortar e montar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *