Deveria haver um ditado assim: “Tudo que Ana Maria Machado vira ouro”. Narrativas sempre fluidas e brilhantes que encanta pequenos e adultos. Os livros da escritora brasileira nos proporcionam sempre momentos de leitura juntos, em família. Se você curte o clássico Cachinhos Dourados e os três ursos, não pode perder a leitura do conto infantil Cachinhos de Ouro recontado por Ana Maria Machado, com ilustrações de Ellen Pestilli.

Encontrei o livro disponível na plataforma ISUU para leitura online. Compartilho com vocês o texto, mas, claro está que o melhor é comprar o título impresso, sentar-se no sofá junto com a criança e ler. Nós temos nosso livro em casa e garanto a você que não há nada melhor.

Sale
Cachinhos de Ouro
  • Machado, Ana Maria (Author)
  • 32 Pages - 01/01/2004 (Publication Date) - FTD Educação (Publisher)

Cachinhos de Ouro Ana Maria Machado

Era uma vez uma família de ursos: o papai urso, a mamãe urso e o neném urso. Eles moravam na floresta em uma casinha muito bonita.

O papai urso era grande e tinha a voz muito grossa. A mamãe urso era menor e tinha a voz muito meiga. Já o neném urso era bem pequeno e tinha a voz bem fina.

Todas as manhãs eles tomavam mingau logo depois de se levantarem.

Mas, em uma manhã ensolarada, mamãe urso disse:

– O mingau está muito quente. Enquanto ele esfria, vamos dar uma volta pela floresta?

Enquanto a família passeava, apareceu uma menina muito loura e bonita chamada “cachinhos de ouro”. Ela morava do outro lado da floresta e se perdeu nela.

Ao ver a casa dos ursos, cachinhos de ouro bateu à porta. Como ninguém respondeu, ela entrou e viu a mesa da cozinha. Sobre ela estavam as três tigelas com mingau.

– Que bom! estou com muita fome e vou tomar esse mingau.

Cachinhos de ouro provou o mingau da tigela maior, mas achou-o muito doce. Provou da tigela do meio e achou-o muito quente. Então, provou o mingau da tigela menor e gostou muito. E tomou tudo… tudo…

Cachinhos de ouro foi para a sala da casa e viu três cadeiras sentou-se na cadeira maior e achou-a muito dura. Sentou-se na cadeira do meio e achou-a muito macia. Sentou-se na cadeira menor e … a cadeira quebrou-se.

Desapontada, Cachinhos de ouro entrou no quarto da família de ursos, e lá havia três camas: uma grande, uma menor e outra bem pequena. A menina deitou-se na cama grande e na cama do meio e não gostou. Deitou-se na cama pequena e achou-a bem confortável.

Ali ficou quietinha e logo dormiu, pois estava muito cansada.

Os ursos voltaram do passeio. Foram para a cozinha tomar o mingau e levaram um susto.

Papai urso perguntou com sua voz grossa:

– Quem provou meu mingau?

Mamãe urso, com sua voz meiga, perguntou:

– Quem provou meu mingau?

Neném urso perguntou, chorando:

– Quem tomou meu mingau?

A família foi, então, até a sala da casa.

Papai urso exclamou:

– Quem mexeu na minha cadeira?

Mamãe urso reclamou:

– Quem mexeu na minha cadeira?

Neném urso disse, chorando:

– Quem quebrou minha cadeirinha?

Foram para o quarto e, então, levaram o maior susto ao ver cachinhos de ouro deitada na cama do neném urso.

O neném urso gritou:

– Quem está deitado na minha caminha?

Cachinhos de ouro acordou assustada e, ao ver os três ursos, levantou-se, correu, pulou a janela e continuou correndo até chegar em casa.

Depois daquele dia, cachinhos de ouro nunca mais entrou na casa de ninguém sem ser convidada.

História Cachinhos Dourados

Leia mais contos clássicos em nossa web, na seção História Infantil.

Author

Deixe Uma Resposta