Educação EmocionalSER PAIS

Como trabalhar o subconsciente para educar as crianças em positivo

educar as criancas em positivo

Uma criança jamais deve ir dormir triste, chateado ou recém castigado. Essa é uma máxima que nós pais devemos ter muito em conta na hora de trabalhar o subconsciente para educar as crianças em positivo. Dependendo dos estímulos que as crianças recebam em seu subconsciente desde pequenos, assim se formará seu caráter e como serão na fase adulta.

O subconsciente pode parecer, para alguns pais, algo mágico, freudiano, usado por videntes, charlatães, etc. O certo é que conhecer como trabalha o subconsciente e usa-lo para educar melhor, é um desafio que vale a pena aceitar. Trabalhar o subconsciente de nossos filhos é educar em positivo.

Se buscamos suas origens latinas, poderíamos dizer que o subconsciente é o que está debaixo da consciência. Seria sinônimo de inconsciência. Desde um ponto de vista psicanalítico, seria sinônimo de pré-consciente e o definiríamos como o conjunto de conteúdos psíquicos não ativados na consciência em um determinado momento, mas suscetíveis de sê-lo quando for necessário, sem que o sujeito oponha resistência.

Uma definição mais simples seria: todas as atividades do cérebro não governadas pela decisão livre da vontade da pessoa.

Mensagens dos pais que ficam gravados no subconsciente

Como pais temo uma enorme responsabilidade na formação do subconsciente dos nossos filhos. O que nós lhes transmitimos, de forma verbal ou não verbal, ficará gravado em sua inconsciência, ainda que, em muitas ocasiões, nem nos demos conta. Assim, podemos enviar-lhes mensagens negativos (insegurança, dúvidas, medos, baixa autoestima) ou positivos (confiança, decisão, valentia, alta autoestima). As pautas de condutas positivas ou negativas, ficam no subconsciente de nossos filhos.

Também, a mente subconsciente se encarrega da repetição dos comportamentos aprendidos, coisa muito fácil, já que nos permite resolver as situações mais rapidamente quando se apresentam de novo. Por isso, aprender comportamentos positivos, cheios de confiança e exigência, é vital para que sejam retidos no subconsciente, de tal maneira que aflorem quando tenham que decidir, livremente, sobre uma determinada ação.

Situações negativas no subconsciente das crianças

– Crianças que continuamente escutam que eles são pequenos e não podem opinar. Quando adultos poderão ter um profundo medo a manifestar as opiniões.

– Crianças que são humilhadas repetidamente com frases do tipo “você não vale nada. Você é um desastre”. Elas acreditarão que, realmente, são incapazes de fazer algo bem e sua autoestima se verá minada. Esta será a mensagem automática que se enviará seu subconsciente à sua consciência, quando surja uma ocasião nova em que tenham que provar a si mesmos.

– Crianças muito protegidas, com pais que as impedem de realizar atividades algo arriscadas. Elas crescerão com o temor a realizar novos projetos.

– Crianças pouco comunicativas, porque em sua casa a comunicação verbal é nula ou quase nula.

– Crianças que guardam seus sentimentos, tanto negativos como positivos, porque foram ensinados a reprimir suas emoções ou veem que seus pais não exteriorizam seus sentimentos.

– Crianças que odeiam as mulheres porque seus pais maltrataram física ou psicologicamente as suas mães ou vice-versa.

Conselhos para trabalhar o subconsciente das crianças e educar em positivo

1. Peça perdão. Se, em algum momento, perdeu a paciência e humilhou seu filho ou disse a ele algo que lhe causou temor, fale quanto antes com ele, para apagar essa lembrança negativa. Demonstre seu arrependimento. Diga-lhe que você se levou pela paixão e que não pensa assim dele, porque o ama muito.

2. Reforce sua responsabilidade. Quando seu filho perceba que você se alegra por uma boa ação que fez (por exemplo, não desculpar-se diante de uma má ação), em seu subconsciente recusará a atitude de colocar desculpas e reforçará a virtude da responsabilidade. O consciente a animará a repeti-la para receber mais carinho.

3. Estimule a consciência. O subconsciente, em uma mesma situação positiva, se comportará da mesma maneira que a consciência, porque gosta dos estímulos carinhosos.

4. Dê-lhe confiança. “Não podia esperar menos de você!” Amor, alegria, serenidade e fomentar a autonomia. “Você consegue!”. Essas são ferramentas básicas para educar tanto o consciente como o subconsciente.

5. Atue com coerência. Lembre-se de que seu subconsciente também retém o que vê e não apenas o que ouve. Por isso, é muito importante que sejamos coerentes. Por exemplo, se queremos educar na ordem, e nossos filhos nos veem sempre na desordem, receberão duas mensagens contraditórias em seu subconsciente.

O subconsciente trabalha na hora de dormir

Estimule o subconsciente de seus filhos para educar em positivo e conduza-o a nosso favor. Prepare um conto no qual o protagonista se destaca por uma virtude que gostaria de encontrar em seu filho. Conte a ele antes de dormir. Recebida a informação positiva, o subconsciente pensará, livremente, durante grande parte do sonho, o que ajudará a fixar essa virtude.

* Visto em Hacer Familia.

Leia também:

Educação Emocional

Na seção Educação Emocional aprendemos como ajudar nossos filhos a reconhecer e identificar as emoções corretamente. A partir do desenvolvimento da inteligência emocional, a criança está preparada para vivenciar situações várias de uma maneira equilibrada. Descubra mais:

Posts relacionados

Folhas das emoções

A importância do objeto de transição na adaptação escolar

O Monstro das Cores, melhor livro infantil sobre as emoções

Conto O Monstro das cores na mesa de luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *