Disciplina PositivaEducação EmocionalSER PAIS

Comunicando suas necessidades às crianças

Comunicando suas necessidades as criancas

“Quando você não guarda seus brinquedos quando eu peço, me sinto frustrada, porque queria que você cuidasse das suas coisas para que elas durassem mais. No que você precisa que eu te ajude, para que seu quarto fique arrumado e nós possamos brincar?”

Ou ainda “Quando você não escuta quando eu chamo, me sinto triste porque é como se meu pedido não fosse importante. O que podemos fazer para que nossa comunicação melhore e sempre possamos escutar uns aos outros e nos sentir valorizados?”

Comunicar nossas necessidades parece algo simples. Mas não é. E precisamos estar atentos porque muito do que nos faz explodir com as crianças são nossas necessidades e expectativas que não são claramente expressas. .

Isso não significa que falar assim irá fazer com que a criança “obedeça”. Entenda, a questão não é a obediência cega e sim a melhoria na comunicação, para que os pais se tornem mais conscientes de verbalizar seus pedidos e necessidades de uma maneira mais eficiente.

A grande questão na maternidade e paternidade é perceber os sentimentos para se conseguir um melhor relacionamento.

Compreender as necessidades que estão por trás dos nossos pedidos às crianças permite que esses sentimentos possam ser percebidos e dessa forma, compreendidos e trabalhados.

E de quebra, ainda ensinamos às crianças uma forma de perceber e expressar o que sentem com mais clareza.

* Texto de Ana Cecília Prado Souza, psicóloga especialista em neuropsicologia (@crescer_devagar)

Leia também:

Disciplina Positiva

Através da Disciplina Positiva aprendemos a centrar-nos em potenciar habilidades em nossos filhos para que possam ser capazes de solucionar problemas por eles mesmos. Também reconhecemos que castigos físicos e psicológicos não são recursos que favoreçam a criar crianças com autonomia, responsáveis e independentes. Saiba mais:

Posts relacionados

Como falar para que os filhos escutem

A importância de escutar as crianças e de validar seus sentimentos

Alternativas ao NÃO

O sorriso do bebê: um sinal importante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *