Criação com ApegoSER PAIS

Comunicar com a pele

comunicar com a pele

Eu diria que a maioria das mulheres grávidas já ouviram falar da oxitocina, o hormônio estrela do parto (Mas não é a única… a orquestra hormonal é importante)! Hormônio do amor, da sexualidade, orgasmo, o sentimento de pertencimento, reflexo de ejeção do leite, do esperma, hormônio da contração uterina… Hormônio do sistema calma, sistema nervoso parassimpático. Antiestresse, prazer, relaxamento.

A pele está cheia de receptores de oxitocina. Comunicar com a pele através do tato e o contato segrega oxitocina.

Os recém-nascidos tem SEU PRÓPRIO SISTEMA de oxitocina. Ao nascer, é no contato pele a pele com a mãe, em que a adrenalina (essencial em sua adaptação ao nascer) diminui, dando lugar à liberação de oxitocina. É quando o bebê espera estar. Quando melhor se adapta. O sistema Calma-Oxitocina se fortalece. O tato é o sentido vital no desenvolvimento do bebê.

Podemos comunicar com a pele com nosso bebê, ao nascer, enquanto cresce, próximo. Daí o poder dos abraços. Crescem tão rápido… os abraços vão diminuindo e você se pergunta se você lhe deu suficientes… e quer dar-lhes um cada vez que se apresenta a ocasião.

* Visto em @comadronaenlaola

Criação com Apego

Na seção Criação com Apego você encontra textos interessantes sobre como podemos criar nossos filhos com amor, respeito e firmeza. Prepararmos para ser pais é algo importante. Saber como podemos estabelecer o vínculo com nossos filhos, educando-os sem gritos, ameaças e castigos também. Acesse:

Posts relacionados

Posições para amamentar

É muito grande para mamar

Dormir com o bebê na mesma cama facilita a amamentação noturna

A mãe frouxa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *