AtividadesAtividades de AlfabetizaçãoAtividades de ArtesAtividades sobre EmoçõesEducação Infantil

Diário da Quarentena feito pela criança para contar um momento histórico

diario da quarentena 01

Que acha de a criança fazer um diário da quarentena para contar e desenhar suas vivências?  Vivemos um momento histórico. A pandemia provocada pelo Coronavírus nos transformou em testemunhas de uma situação única. É desolador ver famílias perdendo seus entes queridos sem poder se despedir. É desesperador ver trabalhadores perdendo o emprego pela derrubada da economia. É triste ver como cidades que viviam freneticamente paradas, completamente vazias. Por outro lado, pode ser um momento de reflexão, de voltar-se para si mesmo, de desenvolver a empatia e a compaixão pelo outro. É o tempo em que, vendo-nos com os filhos em casa, podemos estreitar o vínculo e solidificar os laços familiares. É o momento de compartilhar.

Todas essas vivências tão desencontradas podem provocar-nos um turbilhão de emoções. Considerando que nossa temática é a maternidade, para nós pais, ter nossos filhos em casa é um momento de muita satisfação. Vivemos a sensação de recuperar o tempo perdido. As rotinas frenéticas faziam com que nosso tempo em família fosse muito reduzido. Agora temos mais tempo para nos olharmos, nos abraçarmos, conversarmos… No entanto, tanto tempo juntos também pode ser sufocante. O cansaço pode bater, sobretudo, quando as crianças ainda são pequenas. Elas demandam muita atenção e, por vezes, parece-nos impossível que sejam capazes de brincar sozinhas.

Então, muitos pais viram ampliadas suas facetas: pais, educadores, monitores de colônia de férias, artistas manuais, dançarinos, professores de yoga… O objetivo é poder tornar o tempo da criança em casa menos tedioso, oferecendo-lhe meios de brincar e se divertir.

É verdade que muitos pais acabam caindo na tentação e ligam a televisão por horas para obter um pouco de sossego. Infelizmente, se essa é a sua opção, devo-lhe dizer que não foi a melhor escolha. O sossego do presente será o desassossego do futuro. A criança se torna passiva diante da televisão. Com o tempo, perde o seu poder de criatividade. Torna-se incapaz de se reinventar quando o tédio é o que domina.

O que fazer, então, para evitar que as telas sejam a principal atração da criança? A resposta é simples. Observe seu filho. Pode ser que antes do confinamento você não tivesse essa possibilidade. O tempo com ele era curto. Tudo sempre muito corrido. Agora sim você pode fazê-lo. Converse com ele, descubra que coisas gosta de fazer, quais são seus interesses. Esse é o primeiro passo para guia-lo em uma vivência feliz e tranquila durante um tempo em que estar em casa é a única solução.

Tudo isso era necessário escrever para que entendessem que todos nós pais também somos tentados a ir pelo mais fácil. Mas nem sempre o mais fácil é o melhor. A partir da observação de nossos filhos podemos oferecer-lhe possibilidades de desenvolver atividades que os envolvam e os ajudem a compreender o momento.

Em casa, colocamos em prática o Diário da Quarentena. Laura tem apenas 3 anos e meio. Mesmo assim, fala com muita segurança sobre o que é o Coronavírus. Entende o porquê de termos que estar em casa. Preocupa-se pela higiene constante. Tem em conta tudo o que está passando. Mas sabemos que, a tão pouca idade, no futuro, a memória desse momento histórico não será lembrado por ela com facilidade.

Vamos surgiu o Diário da Quarentena?

O Diário da Quarentena surgiu de uma forma natural. Eu precisava conciliar o trabalho com seus cuidados. Laura passava por uns dias de muita demanda de companhia. E não é que não saiba brincar sozinha. Ela é bastante autônoma. Temos trabalhado a autonomia desde sempre. Mas é natural que uma criança em plena fase de descoberta da socialização e de explosão do jogo simbólico sinta a necessidade de brincar com alguém, de estar em companhia.

Já me urgia avançar no trabalho. Não queria, contudo, que ela se sentisse frustrada por não poder brincar com ela. Respeitando suas emoções, sentei para conversar com ela. Expliquei-lhe a importância do meu trabalho para mim. Disse-lhe que precisava realizar um trabalho, mas que, ao terminar, poderíamos brincar tranquilamente. Ela não aceitou. Foi então que lhe convidei que se sentasse a meu lado para desenhar. Como gosta tanto de desenhar, poderia fazer um desenho sobre o que estava sentindo. Isso lhe pareceu mais aceitável. Ambas estaríamos trabalhando juntas.

No quarto, encontrei um caderno sem pauta ainda sem uso. Entreguei o caderno e lhe disse: “Este é seu Diário da Quarentena. Vejo que você tem muitas coisas que sente e não sabe como se expressar. Talvez seja legal poder desenhar tudo isso. Você também pode desenhar algo bonito ou coisas que aconteceram no seu dia. Então, toda vez que precisar trabalhar e não puder brincar, o seu Diário da Quarentena estará aqui. Você pode trabalhar junto comigo. Assim, poderá guardar este livro para sempre. Serão suas lembranças desse momento tão especial que estamos vivendo, estando todos em casa.

Conto a vocês que foi um momento mágico. Assim surgia o Diário da Quarentena. Um caderno sem pautas, canetas, giz-de-cera, canetinhas, recortes de revista, tesoura e cola. O diário segue em construção. Nem todos os dias se dedica a desenhar ou escrever as letras do alfabeto. Ela o faz quando está, realmente, entediada e estar a meu lado é o que deseja, mas sabe que, no momento, não posso.

Todos os desenhos são livres. Nada de imprimir folhas de desenhos prontos. Tudo é o que surja em sua mente. Aqui já fez desenhos da família, de suas formigas, do Coronavírus, da Bruxa enfezada, de árvores, do E.T. e da lua de Meliès. Fez colagens super legais.

diario da quarentena 08

Não tenho dúvidas de que o diário será, no futuro, sua forma mais autêntica de mostrar a seus filhos e amigos como viveu a quarentena.

diario da quarentena 02

diario da quarentena 07

→ Veja várias atividades para trabalhar as emoções com as crianças.

Como fazer o Diário da Quarentena?

Para fazer o diário da quarentena você vai precisar de:

  • caderno sem pauta (pode ser com pauta, dependendo da idade da criança)
  • canetinha
  • giz-de-cera
  • adesivos
  • tesoura
  • cola
  • régua
  • revistas para recortar
  • caneta
  • lápis

O uso real do Diário da Quarentena depende da idade da criança. Se ela já sabe escrever, seria interessante que pudesse escrever algo marcante que tenha vivido no dia. Também poderia desenhar. Essa é uma proposta que deve ser feita desde o prazer, sem forçar e sem regras específicas. A criança deseja desenhar, desenha. Agora quer escrever, escreve. Em um dia quer escrever e desenhar em 10 páginas e amanhã em nenhuma. Tá valendo!

diario da quarentena 09

Laura fez muitos desenhos inacabados. E, agora, vai repassando o que já fez e vai colorindo, refazendo, acrescentando e modificando o que já estava.

O mais importante para que a ideia seja constante e possa se tornar um grande diário de recordação é que o material esteja sempre no mesmo lugar, para que a criança saiba que pode fazer uso sempre que desejar. Quando estiver entediada, escrever e desenhar no diário da quarentena pode ser uma das sugestões que pode fazer a ela. Muitas vezes, Laura começou a desenhar e, de repente, o tédio passava e ia brincar sozinha de alguma outra coisa.

diario da quarentena 06

diario da quarentena 04

Sugiro que coloquem em prática! Depois escrevam contando o que acharam!

Atividades de Educação Infantil para crianças

Atividades para Educação Infantil é uma seção da nossa web que traz um monte de atividades interessantes para trabalhar com nossos filhos. Todas elas apresentam objetivos claros para o desenvolvimento emocional, motor e intelectual da criança. Visite:

Posts relacionados

Atividades para a criança liberar as emoções durante a quarentena

Escrever o nome com galhos

Pareamento de números de 1 a 5 com pregadores

Atividade para aprender as letras do nome próprio usando pregadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *