Educação Emocional

Ele não brinca de bonecas, brinca de ser pai

a boneca de william 03

Você já terá lido muito sobre brinquedos sexistas. Há uma forte campanha para desconstruir toda uma crença social de que, por um lado, meninas devem brincar de bonecas e casinha. E, por outro, os meninos devem brincar com carrinho e armas. Veja como uma mãe de três meninos decidiu mostrar-lhes que é possível menino brincar de boneca. Para ela, ao fazê-lo os está preparando para ser bons pais e cuidar melhor de seus filhos. De fato, o menino não brinca de bonecas somente, ele brinca de ser pai.

a boneca de william 01

A avó de William sorriu. “Ele precisa”, disse, “abraçar e ninar e levar ao parque para que, como você, saiba como cuidar de seu bebê…” – A boneca de William, de Charlotte Zolotow

A autora do blog My Small Potatoes, decidiu ler o livro A boneca de William, de Charlotte Zolotow, para seus três filhos. O tema é a história de um menino que só quer uma boneca para brincar e cuidar.

Ela relatou que o envolvimento das crianças com a história foi muito emotivo. Eles ficaram tristes por ver como o irmão de William acreditava que ele era um louco por brincar com boneca. Ficaram com raiva porque o vizinho do protagonista o havia chamado de bichinha. Mas foram tomados de forte emoção ao ver como a avó de William o compreendeu e lhe deu uma boneca.

A autora viu nisso uma oportunidade importante para ensinar-lhes mais sobre o mundo dos bebês, como necessitam de amor, cuidado e atenção. Ela lhes falou de como, no futuro, poderiam ser papais e como teriam que cuidar de seus filhos com amor e carinho.

Seu objetivo era romper os esteriótipos de que meninas brincam de bonecas e meninos de carrinho. Ela pegou três bonecas e todas as coisas que fossem necessárias para cuidar delas. Logo foram expostos a shampoo, lenços umedecidos, fralda, babeiros, sling, mamadeira…

A partir daí, propôs que eles brincassem de ser papais. Foi assim como trocaram as fraldas dos bebês.

a boneca de william 06

Aprenderam a alimentar o bebê.

a boneca de william 07

a boneca de william 08

Depois de comer, colocaram os bebês para arrotar.

a boneca de william 09

Deram banho, tratando de segurar adequadamente a cabeça do bebê.

a boneca de william 10

E logo, um pouco de carinho, com ajuda do sling, e outra mamadeira.

a boneca de william 11

a boneca de william 05

a boneca de william 04

a boneca de william 03

Ser pai se constrói com empatia

Essa história é sensacional, pois desconstrói todo um pensamento machista que domina a nossa sociedade. A mãe se preocupa em ensinar-lhes a ser bons pais no futuro e viverem uma paternidade ativa quando venham a viver essa experiência.

E não se trata apenas de discutir que tipo de brinquedo é pra menino ou pra menina. Ao brincar de boneca, o menino melhora seu desenvolvimento cognitivo, ao dramatizar a brincadeira. Também desenvolvimento sua autonomia do menino, pois, ao aprender a trocar a roupa da boneca, aprende a se vestir sozinho.

E nem se pode dizer do desenvolvimento motor. Aprendem a exercitar o sentido do tato. Sincronizam atividades, tal como alimentar a boneca-bebê com uma mão, enquanto a segura com outra.

Além disso, melhora a linguagem, pois é possível aprender as partes do corpo, as peças de roupa, as cores, o conceito de tamanho e muito mais. Mas, sobretudo, deixar que tanto a menina como o menino brinquem de boneca os prepara para as relações sociais, ao desenvolver a empatia e a compaixão para com o outro.

O que devemos refletir é a necessidade de que nossos meninos brinquem de polícia-ladrão, com brinquedos que imitam objetos violentos (revólver, metralhadora, algemas…). Se os expomos  a brinquedos agressivos, como podemos esperar que sejam pais ativos e não meros ajudantes na criação de seus filhos? Será que, ao presenteá-los com esse tipo de brinquedo, estamos contribuindo para formar uma cultura de paz?

Posts relacionados

Como as crianças aprendem física brincando com este tipo de brinquedos

Diversão ao ar livre

Atividades sobre animais marinhos

Estradas para imprimir no estilo Way to Play

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *