Nesta publicação, abordaremos as fases do desenvolvimento da preensão do lápis. Insistimos muito em que o lápis ou os pincéis devem ser pegos de forma adequada pela criança. Muitas vezes, damos muita importância a isso. Para escrever, espera-se que a criança pegue o lápis com a pinça do dedo indicador e o polegar, apoiando-o no dedo médio.

Mas, mesmo antes de chegar à fase ideal da preensão do lápis, a criança leva alguns anos a adquirir força suficiente nos músculos dos dedos. E, ainda assim, há muitas pessoas que não o conseguem.

As fases do desenvolvimento da preensão do lápis se da de forma natural. Logo, é um erro pegar a mão da criança para ajuda-la a escrever qualquer letra. Ela mesma se autocorrige com o tempo. O mais importante, como pais e/ou professores, é proporcionar vivências concretas que lhe permitam ter um bom desenvolvimento motor fino.

Veja em nosso blog uma série de atividades de coordenação motora fina que preparam a criança para a pega correta do lápis.

Fases do desenvolvimento da preensão do lápis

Vamos conhecer as fases pelas quais os meninos e meninas passam quando pegam o lápis com as mãos

Preensão cilíndrica ou preensão palmar (1-1,5 anos)

Aparece entre o ano e o ano e meio. A criança usa toda a mão para pegar a ferramenta. O movimento procede de segmentos proximais, ou seja, move o ombro e o braço para mover a mão. Esse é conhecido como uma pega estática.

Preensão digital pronada (2.3 anos)

Aparece entre os 2-3 anos. Os dedos seguram a ferramenta. O ombro começa a ser mais estável e os movimentos procedem de segmentos mais distais (cotovelo e antebraço). Trata-se de uma pega estática.

Pinça quadrípode (3,5 – 4 anos)

Aparece aos 3 anos e meio ou 4 anos. Os quatro dedos participam na preensão do lápis. Agora o movimento procede do pulso e da mão. E há maior estabilidade de ombro e cotovelo. Inicialmente, é uma pega estática, ainda que possa evoluir e se tornar dinâmica.

Pinça trípode ou pinça (4,5 – 6 anos)

Aparece entre os 4 anos e meio e se desenvolve e perfecciona até os 7 anos. Nela participam o dedo polegar índice e o polegar. Inicialmente os três dedos funcionam de maneira unitária para, posteriormente, amadurecer até uma pinça trípode dinâmica.

Como corrigir a pega do lápis?

Caso seu filho já esteja com 7 anos e não consiga a pega do lápis adequada, busque trabalhar com ele de uma maneira respeitosa. E isso é possível através de uma série de brincadeiras com materiais que impulsionem o movimento de pinça.

Alguns exemplos:

  • Brincadeiras com pregadores de roupas que trabalhe o movimento de abrir e fechar.
  • Brincar com massinha.
  • Fazer colares de miçangas.
  • Recortar com a tesoura.
  • Abotoar e desabotoar botões de uma jaqueta.
  • Abrir e fechar o zíper da calça.
  • Transferência de líquido com esponja. Excelente o exercício de apertar e soltar a esponja.
  • Ler um livro e passar página por página.
  • Rasgar folhas.
  • Brincar com macarrão, gelo, bolinhas, fitas…

Atividades para Educativas crianças

Atividades para crianças é uma seção da nossa web que traz um monte de atividades interessantes para trabalhar com nossos filhos. Todas elas apresentam objetivos claros para o desenvolvimento emocional, motor e intelectual da criança. Visite:

Author

Deixe Uma Resposta