Sem categoria

Homeschooling ou educação domiciliar: o que é e como funciona?

homeschooling ou educacao domiciliar 02

Em tempo de pandemia, uma palavra que se popularizou muito foi homeschooling. De tanto escutar, passamos a normalizar o termo como se estudar em casa, sem estar no ambiente escolar fosse homeschooling. Então, é pertinente abordar o tema. Afinal, você sabe o que é Homeschooling e como aplicar em casa?

O que é o Homeschooling?

O termo Homeschooling está relacionado com a educação em casa, fora do ambiente escolar. Muitas famílias tem confundido Homeschooling como a educação online que os filhos recebem em casa, já que não podem frequentar a escola.

O Homeschooling é uma modalidade educativa que ocorre fora da instituição escolar. Não está a cargo de um professor. Os pais são os que assumem toda a responsabilidade da educação. Bom, ainda que frequentem a escola, a educação dos filhos também é uma responsabilidade dos pais. Não podemos delegar completamente à instituição como se não tivéssemos que agregar nada. De fato, agregamos a nossos filhos valores, espiritualidade, conhecimento de mundo. 

homeschooling ou educacao domiciliar 01

Homeschooling x Unschooling

Vale mencionar que o Homeschooling não é uma metodologia. Mas dentro dessa modalidade há vários estilos de fazer a educação domiciliar. De um lado, estão algumas famílias que se propõem a educar as crianças desde casa, chega a tentar transferir o ambiente escolar para dentro de casa. Organizam espaços como se fosse uma sala de aula. É uma espécie de “brincar de escolinha”, mas em casa. Ainda assim, pode não ser muito saudável. 

Quando os pais decidem fazer Homeschooling, devem buscar caminhos que evitem adotar o papel de professor. Rotinas diárias, marcadas por horas, turnos de disciplinas, conteúdos temáticos podem acabar por desgastar a relação familiar. 

De outro lado, estão famílias que optam por fazer o unschooling, a não escola. É a criança o protagonista do processo de aprendizagem. Os pais são adultos que o guiam. Isso se assemelha bastante ao que muitos de nós pais fazemos quando propomos atividades e brincadeiras que estimulam nossas crianças tendo-as como protagonistas. Somos guiados pelos seu desejo e curiosidade de aprender. 

A armadilha do unschooling é que muitos pais, se não estiverem preparados para guiar a criança nesse processo, acabam por se desentender, por não se compromissar com o aprendizado. Acreditam que sozinhos os filhos serão capazes de aprender. E, como sabemos, não é bem assim. Dessa forma, podemos tomar diferentes metodologias e filosofias de aprendizagem, estruturando um pouco o caminho para a criança. Enfim, ela deve ser respeitada. Suas necessidades e seus interesses definem o caminho. Podemos organizar e estruturar o conteúdo tendo-a em conta protagonista do processo de aprendizagem. 

Como vou ensinar à criança se eu não sou professor?

Esse é o primeiro medo dos pais. A primeira dúvida que passa pela cabeça dos pais que querem fazer Homeschooling é se serão capazes de ensinar à criança os conteúdos. Tenha em conta que, na educação domiciliar, o adulto se torna um mentor, aquele que acompanha e guia o aprendizado. Não é, exatamente, um professor. 

E mais. É a criança responsável pelo caminho que se vai seguir durante o processo de aprendizado. Como acompanhante, o adulto deve ter a atitude de observar seus interesses e necessidades, para que possa levar a criança a aprender. 

O mais importante é que o adulto seja um sujeito pró-ativo. Ou seja, capaz de buscar as ferramentas adequadas para que a criança possa aprender determinado conteúdo. O objetivo é que possa desenvolver determinadas habilidades. 

E se a criança não gosta de matemática?

Essa é uma dúvida. Como sabemos, a criança não se interessa igualmente por todas as áreas do conhecimento. Na escola, ainda que isso passe, ela está obrigada a aprender determinados conteúdos. No Homeschooling, ainda que a criança não goste de matemática, de artes, de sociologia… é fundamental buscar estratégias para que aprenda um saber que será necessário. 

Esse desafio será alcançado se somos capazes de criar recursos transversais. Se a criança adora história, por exemplo, buscar trabalhar a matemática a partir de um tema de interesse. 

A criança não se socializa?

Não é certo que uma criança que tem a educação no lar não se socializa. Há vários espaços de convivência em sociedade aos quais podem acudir. A criança não está trancada ou presa em casa. Quando os pais optam por fazer Homeschooling, apenas estão pondo em questão um sistema de ensino que prima pela figura de autoridade do professor que repassa conteúdos, muitos deles sem uma aplicação prática. 

Aliás, as crianças aprendem a todo momento. Logo, o Homeschooling, mais do que uma educação em casa, é uma educação domiciliar. Podemos permitir que nossos filhos aprendam mais em outros ambientes ao ar livre (parques, bosques…) e que possam, ao mesmo tempo, se socializar e estar em companhia de outras crianças.

homeschooling ou educacao domiciliar 03

Como começar o Homeschooling?

Fazer o Homeschooling é um convite a empreender uma viagem importante, um compromisso muito grande. Há que se analisar em família se, de fato, é o que desejam. 

As motivações podem ser muito boas. Mas, nem sempre, é fácil implementar. É preciso ver a possibilidade de estar presente e acompanhar todo o processo. Se os pais trabalham ou teletrabalham, dificilmente, será possível fazer Homeschooling. 

Deve haver toda uma logística para que possa ser viável a educação em família. É um investimento importante. Tanto no que diz respeito ao financeiro, já que é necessário comprar recursos e ferramentas necessárias para desenvolver a educação em casa. Tanto no que se refere à disponibilização do tempo para acompanhar e estar com os filhos. 

Ainda que haja flexibilidade, para que o Homeschooling seja eficiente, é preciso uma certa organização, tal como rotinas bem estabelecidas, para que tudo se desenvolva com normalidade.

Vale informar que, no nosso país, não há uma regulamentação sobre a educação domiciliar. Quem deseja fazer Homeschooling, precisa recorrer à justiça, a fim de obter autorização, ainda que não tenha a certeza de consegui-la.

Desenvolvimento Infantil

Ler sobre o desenvolvimento infantil permitirá você compreender melhor seu filho e, dessa forma, ajuda-lo desde o respeito e o amor, sem gritos nem castigos. Visite nossa seção:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *