Educação InfantilReggio EmiliaSER CRIANÇA

Materiais Reggio Emilia

materiais reggio emilia

Não há um material específico para a filosofia Reggio Emilia (como, por exemplo, sim existem materiais Montessori específicos). Os materiais podem, realmente, ser qualquer coisa.

Dá-se importância à riqueza sensorial que oferecem os materiais naturais, como em outras pedagogias (por exemplo, a madeira).

>> Pinceladas de Reggio Emilia no lar <<

Também se dá muita importância à reciclagem e ao uso de materiais disponíveis no entorno, o uso de materiais reciclados é um de seus emblemas. Portanto, não duvidem em utilizar tampas, canudos, esponjas, caixas… preparados para ter o síndrome de Diógene.

Os materiais utilizados não tem uma função concreta (chama-se não estruturados ou abertos), também vocês verão em muitos lugares com o nome de peças soltas ou loose parts, seu nome em inglês está associado a tinker trays, que não é outra coisa que as bandejas com partes soltas colocadas e prontas para começar a experimentar e brincar com elas.

Como dizia, pode-se fazer qualquer proposta (números, criar caras, fazer torres…) com elas ou deixar que as crianças, livremente, experimentem (segundo seu momento evolutivo e interesses, farão coisas distintas). É certo que nem tudo vale, o respeito pelo material tem que ser um limite a se colocar.

Sempre aconselho ir de menos a mais, sobretudo com crianças pequenas e as não acostumadas a esse tipo de materiais. É melhor colocar poucas coisas bem distribuídas. Já teremos tempo de ir acrescentando mais peças soltas.

Como sempre, a ordem e a beleza são fundamentais. É recomendável colocar as peças soltas em cestas, caixas, bandejas com divisórias que incrementem as suas qualidades estéticas e faça mais fácil serem recolhidas. Porque sim, o caos pode ser um dos grandes “poréns” desses materiais.

No caso de introduzi-los em casa, sempre recomendo começar por materiais reciclados, como tampas, pregadores… (são grátis e nos permitem aproximar as crianças a esse tipo de jogo). Também há lojas geniais e muito baratas (desde as de artigos chineses, lojas Flying Tiger, TEDi, algumas online como Babycaprichos ou Jugarcontigo…) para encontrar muitíssimo material a bom preço.

Outra proposta habitual para as peças soltas são os minimundos. Segundo a página mamaextraterrestre.com é um jogo simbólico não estruturado, são cenários ou contextos desde os quais as crianças brincam de forma livre.

A mesa de luz é, sem dúvida, um dos recursos mais conhecidos do enfoque Reggio, de fato muita gente fica por aqui. E é que, dentro do uso do ambiente, o uso da luz nos permite fascinar-nos e, ao mesmo tempo, centrar a atenção das crianças (e não somente a delas). Portanto, assim respondemos à habitual pergunta: para que serve? O que posso fazer com ela? Esse é uma mesa branca cuja característica de luz nos permite dar-lhe outras qualidades aos materiais e aumentar a concentração.

Não podemos nos esquecer de outros “marcos de atenção” muito utilizados em Reggio para destacar os materiais. Por exemplo, os espelhos (como um espelho de esquina) ou espelhos na parede e no chão para criar efeitos de profundidade com as construções. Também podemos usar pedaços grandes de madeira, azulejos, metacrilato transparente para criar efeitos fascinantes. De novo, não são necessários grandes gastos para casa. Talvez, o mais caro possa ser a mesa de luz, mas há artesanatos que fazem caixas de luz (melhores para transportar e guardar ) a preços muito razoáveis.

* Fragmento do E-book Gratuito Pinceladas de Reggio Emilia no lar, de Sonia, autora do blog PoetisaInsomne. Traduzido por Karina de Freitas.

Reggio Emilia

Dedicamos uma seção para abordar aspectos da pedagogia Reggio Emilia, bem como trazer propostas de atividades que favoreçam o desenvolvimento de nossas crianças.

Posts relacionados

Potes sensoriais arco-íris para a mesa de luz

Fazendo um desenho de massinha em atividade com loose parts

Observando as flores da primavera na mesa de luz

Flores com as cores do arco-íris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *