Receitas saudáveisSER PAIS

Meu filho não come. E agora?

jardim com legumes

Meu filho não come. Essa é uma das frases repetidas por muitas mães. Eu, por exemplo, posso dizer que minha filha não come frutas. No início até que sim. Começou super bem. Mas, de um dia a outro, fechou a boca para as frutas. Tentei de tudo: compota, frutas com biscoitos, frutas com cereais…

Como Laura ainda tem oito meses, acho que terei que ir tentando pouco a pouco e, senão, mais adiante tentar que, introduzindo-a nas atividades da casa, possa motiva-la a provar os sabores dos alimentos e desfrutar comendo-os.

Esse é um dos meus desafios da maternidade. E, buscando pela internet informações sobre o tema, topei com um projeto bem legal, desenvolvido por Mariana Branco, o Criando Amoras. Ela é mãe de uma menina e, através de sua própria experiência, desenvolveu um modo lúdico e atrativo de oferecer os alimentos a seus filhos.

Atualmente ela ajuda outras mães e pais a se conectarem com seus filhos através da alimentação. Ela busca ajudar as famílias a descobrirem o prazer de cozinhar e de se alimentar bem.

Mariana ministra oficinas de comidas criativas com frutas, legumes e verduras. O objetivo é aproximar as crianças (desde os 2 anos) da comida de verdade e de qualidade, como as frutas, as verduras e os legumes. A partir de brincadeiras, as oficinas visam a estimular as crianças a prepararem e estarem abertas a experimentar os alimentos, como a cenoura, o tomate, a batata, a beterraba e muitos outros.

Propostas de alimentação criativa

Dêem uma olhada em algumas de suas propostas:

Flor feita com beterraba (em corações), vagem feita no vapor (caule), hortelã (folhas) e alface.

flor com beterraba e alface

Jardim de legumes feitos com cenoura ralada (nuvem), crua no formato de estrela, assada (flor). Além disso, cebolinha, salsinha e amêndoas.

jardim de legumes com cenoura

Passarinho de chapéu feito com cenoura ralada e fatiada, chia, cebolinha, couve-flor cozida a vapor e tomate cereja.

passarinho de legumes

Flores bonitas feitas de cenoura, tomate, ovo, salsinha e cebolinha.

jardim com legumes

Salada de três cores feita de tomates em forma de coração, brócolis a vapor e cenoura crua ralada.

salada de legumes

Coelhinho feito de arroz amarelinho com açafrão, cenoura crua e assada, tomate grape, ovo, pimentão vermelho e amarelo, beterraba e pepino.

coelhinho de arroz e legumes 1

>> Panqueca rosa feita com beterraba, cebolinha, folhas de hortelã e espinafre refogado.

flor de legumes

>> Gatinho feito com abacaxi, melancia, uva passa, tomate, pepino, uva, melão e couve-manteiga.

gato de frutas e verduras

Voilà! Essa é uma profissional para não perder de vista e ter em conta para melhorar cada vez mais a relação da minha filha com os alimentos.

Antes de terminar, fica a dica do livro “Meu filho não come: 3 revelações para seu filho comer melhor que estão dentro de você”, de Mariana Branco, disponível em seu site para baixar grátis. No livro, a jornalista mostra como a educação alimentar não apenas passa pela escolha de alimentos saudáveis, como também pelo comportamento e emoções em torno da comida, pela forma como cada mãe se conecta com seus filhos nas horas prévias às refeições, pela maneira como a família cozinha e pela forma como se dá o momento da refeição.

Através desse ebook, Mariana busca ajudar as famílias a:

  1. Ter refeições mais tranquilas (e sem estresse) com seu filho;
  2. Estimular que seu filho tenha interesse em experimentar frutas, legumes e verduras;
  3. Cozinhar com mais prazer criando refeições mais práticas e saborosas.

Receitas saudáveis

Esta seção tão especial do nosso site visa a oferecer aos pais a oportunidade de oferecer a seus filhos uma alimentação o mais saudável possível. Visite e descubra deliciosas receitas:

Posts relacionados

Meu bebê não quer comer mais. O que fazer?

A alimentação durante a gravidez tem efeitos sobre o DNA do bebê

Hambúrguer de carne apto para bebês menores de 1 ano

Colher para bebês com suporte para celular. Pode isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *