Educação Emocional

O fracasso como oportunidade de começar outra vez

fracasso como oportunidade

Para qualquer situação a qual nos enfrentemos, haverá só duas possibilidades: sucesso ou fracasso. Estamos condicionados a lutar pelo sucesso. Mas nem sempre é isso que alcançamos. Muitas vezes nos deparamos com o fracasso. E lidar com ele, na maioria das vezes, não é fácil.

Imagine o bebê que começa a andar. Seu objetivo é alcançar uma bola que está do outro lado da sala. Ele tentará caminhar. Poderá ter êxito e chegar, mesmo que cambaleante até seu objetivo. Ou não. Poderá ficar pelo meio do caminho. Algum tropeção o deixará caído. Logo, experimentamos o sucesso ou o fracasso desde bebês.

Ainda nessa mesma situação, o fracasso de não chegar até a bola pode gerar estresse no bebê. Pode começar a chorar por sentir-se frustrado. Se consegue que um adulto o leve diretamente até a bola, se sentirá mais aliviado. Mas, pode ocorrer de ter de encontrar por si próprio um meio de alcançar seu objetivo,  se isso é o que deseja. Neste caso, aprenderá a lidar com a frustração e verá o fracasso como oportunidade de começar outra vez. De alguma forma se levantará ou se arrastará, mas cumprirá seu propósito.

Por que ser acompanhantes 

Nós pais tendemos a sofrer os fracassos de nossos filhos como se fossem nossos. Por isso é mais fácil ir a seu socorro imediatamente. Pegamos no colo e o levamos até a bola. 

Para que a criança aprenda a lidar com o fracasso e veja nele uma oportunidade de recomeço, é preciso que sejamos acompanhantes. Devemos ser o apoio para ajudar nossos filhos a se erguerem. Somos parte fundamental no processo, mas não somos a criança. 

Se ao cair, estamos ao lado e oferecemos ajuda, estamos apoiando e transmitindo-lhe a mensagem de que ele por dia adiante por si só. Se do contrário, trazemos a bola até ele ou o levamos até a bola, deixamos claro que ele é incapaz de reorganizar seu pensamento para buscar por si só estratégias que o permitam cumprir seu objetivo.

Fracasso não significa derrota

Fracasso não é derrota. É apenas um obstáculo o qual devemos vencer. Apenas sinaliza que o caminho para o sucesso é mais longo e largo. Não deveríamos nunca transmitir a nossos filhos a ideia de que, ao fracassar, chegou ao final do caminho. Isso não é verdade. 

Se a criança não tira uma boa nota. Ele deve receber o apoio de seus pais. Deve saber que é normal que isso aconteça. Não significa que seja burro ou incapaz de aprender. Apenas significa que para aquele conteúdo específico encontra dificuldades. Podemos mostrar-lhe caminhos para que possa vencê-las e recuperar a nota. 

O fracasso só é realmente perturbador em nossas vidas quando chegamos a crença de que isso determina uma nossa incapacidade para realizar uma ou outra tarefa, para atingir um ou outro objetivo.

Posts relacionados

Conto Zen - Educar exige muito de sua paciência, confiança e amor

Não é necessário acrescentar frustrações artificiais

25 formas de acalmar uma criança

História de amor emocionante de um pai por seu filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *