Ligado aos materiais do enfoque Reggio Emilia está o como dispomos as peças no ambiente para captar a atenção e potenciar o aprendizado, a relação e a interação das crianças com os materiais e entre elas também. Isso não é outra coisa que as provocações. Trata-se disto mesmo, de provocar que manipulem, inspirem, brinquem, experimentem e aprendam, aprofundando, cada vez, em ideias de seu interesse. Podemos fazê-lo como uma primeira aproximação a um tema (por exemplo, a um projeto que queremos trabalhar porque o estão dando no colégio, as provocações podem se adaptar ao currículo, mas não nasceram com esse espírito), ainda que o mais indicado é seguir os interesses da criança.

>> Pinceladas de Reggio Emilia no lar <<

Há que ter em conta que não devemos ser diretivos. Nós, os adultos, dispomos dos materiais de uma maneira muito pensada, mas logo, cada criança fará com eles coisas distintas. Se vemos que não funciona, não passa nada, podemos tenta-lo outro dia ou momento e acrescentar alguma modificação mais adiante. O mais habitual é que nos surpreendam.

Para fazer as provocações não precisamos grandes materiais.

* E-book Gratuito Pinceladas de Reggio Emilia no lar, de Sonia, autora do blog PoetisaInsomne. Traduzido por Karina de Freitas. Imagem: @Etsy

Reggio Emilia

Dedicamos uma seção para abordar aspectos da pedagogia Reggio Emilia, bem como trazer propostas de atividades que favoreçam o desenvolvimento de nossas crianças.

Author

Deixe Uma Resposta