Desenvolvimento infantilSER PAIS

Por que incluir as crianças nas tarefas dométicas?

por que incluir as crianças nas tarefas domesticas

A vida familiar é sempre cheia de atividade. Uma casa com crianças tem uma rotina dinâmica, um ar de muita energia e ação. Em meio aos cuidados com as crianças, precisamos equilibrar os cuidados e as tarefas domésticas (preparar o jantar, o banho, e o ambiente) para que os pequenos e grandes consigam seguir com a rotina estabelecida durante o dia.

Muitas vezes nos deparamos com um intenso caos de bagunça e tarefas por fazer. Nesses momentos, que não são poucos, costumamos querer agilidade e acabamos por excluir as crianças desse processo. Deixando -as ocupadas em frente a televisão, celulares ou tablets. Ou ainda, mandando-as para longe de nossas vistas até que possamos dominar minimamente o caos instalado.

Para esses momentos (e tantos outros) o que perdemos de vista é a natureza da criança: a criança gosta e sente prazer em participar das tarefas cotidianas. A criança gosta e tem prazer em agradar aos pais. Em estar perto dos pais. E justamente por isso, momentos em família e o fazer das “atividades da vida prática” são tão importantes. Nesses momentos as crianças se regulam, se sentem úteis, treinam controle inibitório e instrucional, memória de trabalho, flexibilidade cognitiva, além de várias outras habilidades que vão desde motricidade fina à afetividade.

Na minha opinião, a tarefa de casa que mais proporciona vantagens para a criança e o vínculo com os pais é cozinhar. A criança que cozinha junto e é convidada sempre a participar de momentos na cozinha e na preparação de alimentos obtem inúmeras vantagens dessa simples ação. Qual foi a última vez que você chamou seu pequeno para te ajudar no preparo de uma receita comum, um suco, um bolo, ou biscoitos?

E se já faz algum tempo que isso não acontece, que tal começar hoje?

* Texto de Lucy Peres, psicóloga clínica infantil (@infanciapositiva)

Desenvolvimento Infantil

Ler sobre o desenvolvimento infantil permitirá você compreender melhor seu filho e, dessa forma, ajuda-lo desde o respeito e o amor, sem gritos nem castigos. Visite nossa seção:

Posts relacionados

10 cartões para usar com a torre rosa

Números de lixa Montessori

Pote da calma não ajuda a criança a se acalmar

Cuidar das plantas, uma tarefa diária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *