A importância de não interromper o jogo da criança

0

Como pais fãs do método Montessori, aprendemos que uma de suas normas é a importância de nunca interromper o jogo da criança ou uma brincadeira. Se o fazemos, estamos enviando-lhe a mensagem de que o que está fazendo não é valioso ou, ao menos, tão valioso quanto o motivo que nos leva a interrompê-lo.

Claro, há momentos em que temos algo importante a dizer, ou que temos pressa para ir sair. São vários os motivos que podem nos levar, como pais, a interromper o que nossos filhos estão fazendo. O que devemos ter claro é se realmente temos a necessidade de fazê-lo. Se nos damos conta de que podemos esperar um pouco, melhor é deixá-los em seu processo de concentração.

Eis um exemplo, dentre muitos que todos vivenciamos como pais e mães. A criança está brincando, montando um quebra-cabeça ou fazendo uma construção. De repente a interrompemos para dizer algo. Essa interrupção está impedindo que ela desenvolva sua capacidade de atenção. A distração que, para nós pode parecer de pouca importância, para ela tem um peso muito grande em seu desenvolvimento. Aquele quebra-cabeça ou aquela nova construção, não era mais do que seu “trabalho”, por assim dizer.

Como fazer quando temos que interromper o jogo da criança?

O “trabalho” da criança deve ser respeitado. Se vemos que é, de fato, necessária a interrupção, podemos aproximar-nos e dizer-lhe: “Vejo que está concentrado nesta atividade. Acha que ainda vai demorar muito? Precisamos sair em 5 minutos para ir ao supermercado.”. Dessa forma, estamos enviando-lhe a mensagem de que seu jogo ou “trabalho” – como Maria Montessori era partidária de chamar o jogo – é importante. Ao dar-lhe um tempo limitado, a criança poderá organizar-se mentalmente para finalizar a atividade sem uma interrupção brusca.

você pode gostar também

Comentários

Loading...