Disciplina PositivaEducação EmocionalSER PAIS

A verdadeira origem das crianças inseguras e desobedientes

criancas inseguras e desobedientes

Vejo mães preocupadas o tempo todo em criarem os filhos com apego por que muitas pessoas dizem que esse é principal problema da geração de crianças inseguras e desobedientes.

Sabe o que acho disso?

A resposta vem em um outro contraponto muito mais importante que qualquer pesquisa científica. Um dado que facilmente pode ser observado.

A geração das crianças inseguras e desobedientes é, coincidentemente, a geração de pais e mães que crescem cada vez mais em horas trabalhadas fora de casa.

Seria contraditório falar que crianças inseguras e desobedientes se originam de lares que criam com apego, se, esses pais fazem parte de uma geração que nunca passou tanto tempo fora de casa.

Sabe por que? Por que criar com apego está relacionado diretamente com DISPONIBILIDADE DE TEMPO.

Dentro de 24 horas de um dia completo, 16 horas fazem parte de horas “úteis”. Na maior parte dos empregos, 8 são para o trabalho, cerca de 2 horas mais são para locomoção e preparação para chegarem ao trabalho.

Sobram 6 horas.

Provável que 3 delas são gastas nas refeições, onde uma delas geralmente deve ser no local do trabalho.

Sobram 3 horas.

3 horas para os filhos ou você ainda precisa chegar em casa e organizar as atividades domésticas e tudo que envolve o nosso cotidiano?

Sim. Eu sei. Você vai chorar e gritar daí: Eu não tenho escolha. Preciso trabalhar para sustentar meu filho.

E eu direi: ok. Faça o que tem que ser feito, mas não coloque a culpa nas crianças por serem inseguras e desobedientes. Não coloque a culpa na criação com apego seguro.

Admita: somos de uma geração que da muito pouco para nossos filhos.
Pelo menos em relação ao que verdadeiramente importa: você!

Obs.: para cada criança insegura e desobediente, pergunte para os pais: Quantas horas por dia você passa com seu filho?

* Texto: Julieta Franco (@recriar_julieta )

Disciplina Positiva

Através da Disciplina Positiva aprendemos a centrar-nos em potenciar habilidades em nossos filhos para que possam ser capazes de solucionar problemas por eles mesmos. Também reconhecemos que castigos físicos e psicológicos não são recursos que favoreçam a criar crianças com autonomia, responsáveis e independentes. Saiba mais:

Posts relacionados

Quebra-cabeça O Monstro das Cores

Permita a seu filho dizer NÃO

Como conseguir que não abusem de seu filho por ser muito bom?

Não existe educação sem autoridade

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *