Educação EmocionalSER PAIS

Não ultrapasse porque este é o meu corpo

nao ultrapasse porque este e meu corpo

Ensinamos nossos filhos a fazer todo tipo de maneiras de se manterem seguros. Nós os ensinamos a observar o fogão quente, nós os ensinamos a olhar para os dois lados antes de atravessarem a rua. Mas, infelizmente a segurança do corpo não é ensinada.

Temos que permitir que nossos filhos saiam ao mundo e interajam com os que estão ao seu redor. Mas podemos armá-los com conhecimento que pode salvá-los de serem vitimizados.

Os pais nem sempre falam com seus filhos sobre a segurança do corpo quando muito pequenos. Eles acham que as crianças são muito jovens. Isso é muito assustador. Mas nunca é cedo demais, e não precisa ser uma conversa assustadora.

As crianças precisam aprender os limites de segurança do corpo. É essencial que os pais ensinem às crianças pequenas que algumas partes do corpo são privadas, pertencem à criança, são ÍNTIMAS.

As crianças precisam ser ensinadas que existem regras especiais para as partes íntimas do corpo: há apenas algumas pessoas (como um pai, cuidador ou médico) que devem ver ou tocar áreas privadas/íntimas de seu corpo. As regras especiais dependerão da idade e das necessidades de uma criança, mas as regras devem ser claras.

As crianças precisam saber que ninguém deve pedir-lhes para guardar um segredo sobre qualquer coisa que envolva as áreas íntimas do corpo de alguém.

O conhecimento é um PODEROSO impedimento, especialmente com as crianças pequenas que são alvos de sua inocência e ignorância nessa área.

ENCORAJE a criança a falar, sempre! E você, adulto, também. Converse com os pequenos sobre esse assunto. Tem livros sobre o tema, você pode contar uma história, por exemplo.

* Texto de Flávia Valadares, especialista em Desenv. Infantil e Neuropsicologia
Neurocientista e Colunista do O Globo RJ

Educação Emocional

Na seção Educação Emocional aprendemos como ajudar nossos filhos a reconhecer e identificar as emoções corretamente. A partir do desenvolvimento da inteligência emocional, a criança está preparada para vivenciar situações várias de uma maneira equilibrada. Descubra mais:

Posts relacionados

Quando as crianças não querem cumprimentar...

Menina bate em menino na escola. Você não vai acreditar no que a mãe dela fez!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *