DICAS DE LEITURA

Por que não assinar o clube de leitura Play Kids para seu filho?

clube de leitura play kids

Por que não assinar o clube de leitura Play Kids para seu filho? Há algum tempo tenho refletido sobre a validade de assinar um clube de leitura para nossas crianças. Os vários projetos existentes no mercado evocam a importância do incentivo ao hábito da leitura. E não duvido que esta seja a intenção. Cada um deles oferecem aos pais combos com diferentes kits de leitura a serem recebidos cada mês pela criança em casa.

Todos eles se anunciam como projetos que contam com especialistas empenhados em oferecer o melhor para as nossas crianças, respeitando suas fases de desenvolvimento. E o mais atrativo é que a criança recebe tudo em casa, sem ter que ir à biblioteca ou a uma livraria!

E a partir daqui é que mora o perigo, no meu ponto de ver! Os clubes de leitura podem ser válidos sim. Mas, vejo que, na maioria das vezes, essa é o único acesso da criança aos livros fora da escola. Muitos pais já se dão por satisfeitos e acreditam que, ao assinar o clube, já está cumprindo seu papel de incentivar a leitura.

Engano total! O gosto pela leitura também se fomenta indo à biblioteca ou à livraria. Deixando que a criança folheie os livros um a um. É nesse pegar e voltar o livro para as estantes, é no ver as ilustrações, é selecionando os títulos que a criança vai se formando como leitor.

Ser assinante de um clube de leitura é melhor do que nada. Isso é certo. Mas é bem pouco. E acrescento um caso particular.

Por que não assinar o clube de leitura Play Kids para seu filho?

Minha sobrinha é assinante do clube de leitura da Play Kids, um programa que oferece, cada mês, uma caixa de aventuras com o objetivo para estimular a imaginação e o aprendizado.

Dentro do kit, há um livro que traz a criança como protagonista da história. Na web do clube de assinatura, afirma-se tratar de um conteúdo selecionado. Lê-se:

Mensalmente um novo tema desenvolvido por especialistas em educação para garantir o aprendizado adequado em diferentes áreas de desenvolvimento.

Para o mês de janeiro, o livro presente no kit era O Resgate de Natal. A história é até bonitinha. As personagens centrais vivem uma aventura em busca do Papai Noel para conseguir mais enfeites para a árvore de Natal. Mas não é que estou lendo o livro para minha filha e minha sobrinha quando me deparo com este erro grosseiro de Língua Portuguesa?

clube de leitura play kids 01

No lugar de “Havia cinco crianças sámi“, o texto traz um uso inadequado do verbo haver. Lê-se: “Haviam cinco crianças sámi“. Pode parecer bobeira, mas não o é. Minha sobrinha tem 5 anos e já está lendo. É super importante fornecer à criança textos bem escritos para que ela possa aprender a nossa língua corretamente.

O verbo “haver”, no sentido de existir, é impessoal. Logo, não se conjuga na terceira pessoa do plural. Deveria haver mais atenção na correção do texto, especialmente porque se trata de um serviço que custa caro.

Se antes já tinha muito receio quanto a real utilidade de um clube de leitura nesses moldes, agora tenho certeza de que não assinaria um para minha filha. E, caso o fizesse, o Play Kids não entraria na lista de possíveis clubes.

Então, se você está pensando em assinar um clube de leitura, minha dica é: saia de sua zona de conforto. Faça um programa divertido com seu filho. Leve-o a uma biblioteca ou a uma livraria. Com certeza sai muito mais barato e seu filho sai ganhando.

E, caso ainda persista na ideia de contratar o serviço, tenha em conta verificar, com muita atenção, o conteúdo do kit, certificando-se de que, realmente, traz um conteúdo de qualidade e padrão.

Posts relacionados

Conto Waldorf: O Homenzinho do Outono

Fichas gráficas para grafomotricidade

Livros infantis sobre dinossauros

Livro infantil sobre estrelas e planetas

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *