Criação com ApegoSER PAIS

Teoria do Apego e Criação com Apego

teoria do apego e criacao com apego

Apego quer dizer a mesma coisa, mas, nem por isso, as duas expressões são sinônimas.

A Teoria do Apego diz respeito a algo muito maior e precedente. Tem suas raízes no trabalho de John Bowlby, que na década de 1930 trabalhou com crianças com problemas emocionais. Ele notou que as crianças problemáticas eram privadas de afeto. Ele passou a acreditar que um cuidador primário servia como uma espécie de “organizador psíquico” para a criança, e que a criança precisava dessa influência íntima e calorosa para se desenvolver com sucesso.

Essa é a base do apego seguro.

Cada vez mais, essa teoria vem sendo afirmada e reafirmada. E pautada nessa verdade absoluta, algumas correntes tentam encontrar um caminho para exerce-la.

Uma delas, a chamada “Criação com Apego” (API – Attachment Parents International), desenvolvida por William e Martha Sears, está associada a uma série de práticas e abordagens que enfatiza a resposta sensível às necessidades de bebês e crianças.

No Brasil, a expressão se alastrou e tem selo garantido de uma maternagem de sucesso. Em prol da criança. Respeitosa.

A “Attachment Parents International” é sem dúvida nenhuma um instituto sério, relevante e riquíssimo. Porém, restritivo, como seu próprio lema diz: “Pegue o que funciona para a sua família e deixe o resto”

Em contrapartida, a Teoria do Apego é absoluta e presa o apego seguro. Diferente de falar simplesmente em “Criação com Apego”, termo mais restritivo.

Por ser uma orientação que restringe, muitos têm se apropriado do termo maliciosamente. Há distorções e interpretações no que seria atender as necessidades de um bebê de forma satisfatória. Inclusive, ao que se relaciona com cada fase do desenvolvimento de uma criança.

É preciso cuidado. Principalmente no que validamos ou fundamentamos nossas decisões importantes sobre questões absolutas como amamentação, sono, colo, “interpretações do choro do bebê”.
Não sejamos presas fáceis de um mercado que caça inocentes sem informação. Nem tudo que se diz ser apego é apego seguro.

Texto: Julieta Franco (@recriar_julieta)

Criação com Apego

Na seção Criação com Apego você encontra textos interessantes sobre como podemos criar nossos filhos com amor, respeito e firmeza. Prepararmos para ser pais é algo importante. Saber como podemos estabelecer o vínculo com nossos filhos, educando-os sem gritos, ameaças e castigos também. Acesse:

Posts relacionados

Sobre a Atmosfera do Lar

A mãe frouxa

O que devo saber sobre aleitamento materno?

5 atividades para fazer com as crianças nas férias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *