Educação Emocional

Por que as crianças devem aprender através de jogos e brincadeiras?

crianca-brincando

Nós sempre nos recordaremos dos momentos mágicos de nossa infância, quando éramos crianças e passávamos a tarde brincando com os amigos da vizinhança: jogar bola, pular corda, pique-pega, amarelinha… tantos eram os jogos e brincadeiras com as quais nos divertíamos.

Tendemos, inclusive, a considerar nossa infância muito melhor do que a de nossos filhos, já que antes podíamos sair na rua para brincar, e hoje vemos como nossos filhos estão obrigados a estar confinados em casa, brincando a maior parte do tempo sozinhos, entregues à televisão e ao videogame.

Faltam praças em nossos bairros, onde as crianças pudessem se encontrar para brincar ao ar livre nos fins de tarde. Faltam espaços lúdicos onde as crianças possam jogar e se divertir com outros meninos.

O por que de deixar a criança brincar muito, todos sabemos:

  • É essa uma habilidade natural para se divertir e criar experiências;
  • É um caminho para imaginar, transformar e criar;
  • Através do jogo e da brincadeira, desenvolve estratégias livremente;
  • Estabelece regras que lhe permitem aprender a viver dentro de determinadas normas;
  • Libera-a da prisão da vida diária.

Todas as crianças deveriam ter direito à brincadeira livre ao menos duas horas por dia. Mas, como dito, não há praças ou espaços lúdicos onde possam estar, brincar e interagir com outras crianças. Tive infância porque morava em um beco e, depois, em uma vila, onde não passavam carros e onde podíamos nos divertir livremente, inventando as mais diferentes brincadeiras.

Minha irmã menor teve o azar de viver a infância em um bairro, onde não há uma praça sequer, embora nele vivam mais de 5 mil pessoas. Vivíamos na rua principal, onde o fluxo de veículos era intenso. A coitada amargou seus primeiros anos de vida no quintal de casa. Ah, um luxo! Ao menos tínhamos quintal. E os que moram em apartamento?

As crianças precisam desses espaços porque é neles que podem vivenciar uma série de brincadeiras e jogos que lhe permitem aprender mais sobre o mundo. Através dessas atividades ao ar livre, a criança:

  • Mantém a motivação e o interesse;
  • O cérebro descansa;
  • Permite iniciar, promover e manter a aprendizagem de maneira espontânea;
  • Se abre a um universo de possibilidades cognitivas, sociais, afetivas e comunicativas.

O jogar e o brincar tem papeis fundamentais na vida de nossas crianças, pois

  • Reduz a ansiedade e regula o estado de ânimo;
  • Favorece estados de atenção, aprendizagem e memória;
  • Motiva a atividade física, já que os músculos reagem ao impulso lúdico do jogo;
  • Produz estados de calma, bem-estar e felicidade.

Não precisa apresentar mais argumentos para que você se convença de que deve incentivar seu filho a brincar muito e curtir a doidado sua infância.

Posts relacionados

Atividades de Páscoa divertidas inspiradas em Montessori

30 ideias Montessori de atividades em casa

Brincadeiras em família para fazer em casa

Ideias para brincadeiras em casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *